A tira de borracha e seus cuidados | Parte 2

No post anterior foram apontados os agentes físicos que afetam a tira de borracha e o elástico convencional, ambos compostos por borracha natural. Nesse post serão abordados os agentes químicos:


Ozona


a ozona é um agente oxidante que degrada produtos de borracha. Além da exposição à luz, ataques de ozona podem acontecer quando os produtos que contenham artefatos de borracha participem de processos de alvejamento ou de tingimento que contenham água oxigenada como reagentes.



Óleos e solventes


Os produtos de borracha natural são atacados por solventes alifáticos e aromáticos, como gasolina, nafta, benzina, óleos lubrificantes, etc., e também óleos vegetais e animais. Quando expostos a estes solventes os produtos de borracha natural sofrem um inchamento, e perdem suas características elásticas. Normalmente, após a evaporação do solvente (quando possível), os produtos voltam a suas características originais. Obviamente, ataques de óleos ou outros produtos de petróleo não evaporáveis a temperatura ambiente serão permanentes.



Cloro, ácidos e álcalis

Produtos que liberam cloro são agentes oxidantes poderosos contra produtos de borracha natural, e portanto devem ser evitados.

Quanto aos ácidos e álcalis, os produtos de borracha natural apresentam uma boa resistência - e uma resistência pobre a ácidos concentrados.




Gostou do conteúdo?

Comente e compartilhe!




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo