5 diferenças entre a tira de borracha e o elástico convencional

Atualizado: Set 11

Os elásticos de embutir de crochet ou tear, aqui identificados como "elásticos convencionais", são amplamente utilizados pela indústria têxtil. Seja por falta de conhecimento de opções melhores ou pela ideia errônea de que possuem um custo reduzido, o elástico convencional nem sempre oferece o melhor custo X benefício à confecção. Confira nesse post as 05 principais diferenças entre esses dois materiais!



imagem ilustrativa


1. Composição


De forma generalizada, o elástico embutido normalmente é composto por 30% de fios de látex e 70% de fios algodão ou poliéster, enquanto a tira de borracha é composta 100% de elastodieno (ou seja, inteiramente de borracha natural).




imagem ilustrativa



2. Durabilidade


Dada sua composição, a tira de borracha é superior pois, ao sofrer com os efeitos do cloro, da água salgada, do ozônio (entre outros) demora mais para se deteriorar, já que a área total de contato da borracha é maior do que dos fios de látex (esses que são intercalados com os fios de algodão ou poliéster, sendo de crochet ou de tear). Dessa forma as peças confeccionadas com a tira de borracha têm maior durabilidade, principalmente os biquínis e maiôs pela exposição prolongada aos raios solares e demais intempéries.


imagem ilustrativa


3. Largura


As opções de largura para quem busca elásticos convencionais para moda praia normalmente são de 5mm à 25mm, variando entre as marcas. Ainda sim é muito comum encontrar variações acima de 10% em um mesmo rolo, o que resulta em costuras disformes e retrabalho. No caso da tira de borracha as larguras mais utilizadas são de 4.5mm à 20mm, com uma tolerância máxima de 5%. Outra característica interessante é a possibilidade de escolher larguras com variações de 0.50mm, ou seja, a tira adapta-se à modelagem, não o oposto.



imagem ilustrativa


4. Espessura


Quanto à espessura a diferença é ainda maior, uma vez que os elásticos convencionais apresentam-se em média com 0.70mm de espessura enquanto a tira de borracha pode ser fabricada a partir de 0.35mm (utilizada principalmente em moda íntima). A possibilidade de trabalhar com espessuras menores garante um melhor rendimento e um melhor acabamento final das peças, com costuras e viés mais delicados e finos.



imagem ilustrativa


5. Costura


Com ambos os materiais a costura é feita com elastiqueira mas, diferentemente do elástico convencional, a tira de borracha é costurada sem tensão e de forma centralizada, o que garante uma peça com acabamento sem franzir e um consumo mais calculado de aviamento. Também recomenda-se a utilização de zeromax e de agulha ponta-bola (já comumente utilizada na confecção de moda praia).



imagem ilustrativa


Essas foram as 5 principais diferenças entre a tira de borracha e o elástico de embutir convencional, principalmente na confecção de peças de moda praia. íntima e fitness. Cada modelagem demanda um tipo de tecido e de aviamento, mas encontrar materiais que se adaptem à necessidade do estilista e do modelista e não o oposto é essencial para garantir peças de durabilidade e acabamento ímpar!


Curtiu o conteúdo?

Comente e compartilhe!






Rua Amleto Danesi, 76/C - Jardim Alvorada - Jandira - SP - CEP 06612 030
Tel : 55 11 4789 4299 | danesiborrachas@danesiborrachas.com.br

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Transporte próprio para entregas  na Grande São Paulo.

Cobertura de todo o território nacional via transportadora.